Sonhos que se repetem

Sonhos que se repetem. O que eles querem nos dizer?

Sonhos que se repetem

Os sonhos repetitivos são bastante comuns e costumam trazer para a consciência experiências emocionais, geralmente de caráter traumático, que foram relegadas ao inconsciente. A insistência com a qual o psiquismo, através dos sonhos, traz para a superfície esse material psíquico mostra por si só a sua relevância.

Na maioria dos casos, trata-se de memórias desprazerosas ligadas a situações que remetem a algum aspecto constitutivo falhado do psiquismo ou a situações traumáticas pontuais, de particular intensidade (um acidente por exemplo).

As experiências psíquicas primitivas (do início da vida) não estão ligadas a memórias que as representem. Por se tratar de experiências vividas pelo aparato psíquico em sua fase de formação, não podem ser representadas e tampouco significadas. O mesmo acontece com situações particularmente traumáticas que não puderam ser elaboradas (digeridas) pelo psiquismo.

O que ficou guardado no inconsciente é um determinado afeto (uma sensação, uma emoção), que o sonho vincula a imagens ou até a uma pequena historinha, montada para representar o afeto reprimido. Trata-se de um cenário construído pela mente, que tem a finalidade de representar através das sensações oníricas os sentimentos que não puderam ser elaborados e significados.

Um sonho bastante comum, no repertório dos sonhos repetitivos, é de se ver nus, em lugares públicos, às vezes defecando. Trata-se da reprodução de sentimentos internos de inadequação e de exposição de partes “vergonhosas” do Eu profundo (Self). O sonho pode estar remetendo a um nascimento e a cuidados primitivos que inspiraram sentimentos de rejeição, de inadequação e de culpa ou a situações traumáticas mais recentes que inspiraram os mesmos sentimentos.

Author avatar
Roberto Girola
https://robertogirola.com.br
Usamos cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência.