Roberto Girola - Psicanalista e terapeuta familiar

Roberto Girola

Roberto Girola

Roberto Girola é psicanalista, filósofo e teólogo. Atuou por quase 20 anos no mundo editorial. Foi responsável pelo programa televisivo Terceiro Milênio, professor na área de Filosofia e Comunicação na FAAP e Anhembi Morumbi, atualmente ensina no Centro de Estudos Psicanalíticos. É autor de A psicanálise cura? e Perguntas a um psicanalista.

Muitos homens casados ou em um relacionamento estável acabam se queixando de que não entendem como funcionam as mulheres. O pior é que as mulheres, por sua vez, acabam admitindo que elas mesmas às vezes não se entendem. Ao que podemos atribuir essa dificuldade? Não pretendo aqui resolver esse mistério, mas quem sabe o artigo possa oferecer algumas pistas para homens e mulheres entender melhor os problemas que os afligem na relação amorosa e na compreensão de si mesmos e do par.

Duas premissas podem nos dar alguma luz. O próprio Freud, após esboçar sua teoria sobre a sexualidade feminina e atrair sobre si as críticas do movimento feminista, acabou admitindo sua dificuldade de penetrar os mistérios do desejo feminino.

Ao abordar um tema tão controverso (o que não deixa de ser uma tentativa de construção de um discurso), é importante levar em conta o alerta de Michel Foucault sobre a produção do discurso (cf. A ordem do discurso), que nos impede qualquer ingenuidade. Todo discurso é controlado, selecionado, organizado e redistribuído com base em critérios de exclusão e de poder. Para Foucault “as regiões onde a grade é mais cerrada, onde os buracos negros se multiplicam, são as regiões da sexualidade e da política” (que aqui entre nós agora se misturaram).

Leia mais ...